Vingadores: Ultimato


Review - Filme25.04.2019 12:06      

 

Fui na pré-estreia de um dos filmes mais aguardados da história, talvez aquele que esteja no topo desta lista, Vingadores Ultimato, o desfecho da história que foi construída durante dez anos, vinte e dois filmes e muita hype da Marvel para conosco, fãs, que desde pequenos conhecem e amam os personagens que foram eternizados em nossas mentes e agora em nossos corações pelos atores fenomenais que escolheram para interpretá-los e pelo enredo interligado que foi feito até chegar no último filme, no Vingadores Ultimato.

 

 

Bom, o filme foi feito com a ideia de ser mais que apenas um filme, é uma experiência cinematográfica, uma experiência de vida, principalmente para quem acompanhou tudo desde 2008, quando lançaram Homem de Ferro pela primeira vez, um personagem complicado para começar a construção de todo um Universo. “Após os eventos devastadores em Vingadores: Guerra Infinita, o universo está em ruínas graças aos esforços do Titã Louco, Thanos. Com ajuda dos aliados remanescentes, os Vingadores precisam juntar-se novamente para desfazer as ações de Thanos e restaurar a ordem no universo de uma vez por todas, independente das consequências que podem lhes aguardar.”

 

 

O foco do filme não é em Batalhas épicas, Efeitos, Explosões, não sei mais o que, mas sim nos personagens, no processo de desfecho de cada um, é quase como um processo de luto, nós vamos acompanhando cada um deles e seus fechamentos, assim como batalhas épicas, efeitos, explosões, guerras e tudo mais, mas a profundidade do enredo é a cereja do bolo. Dramas pessoais de perda, derrota e triunfo do inimigo que cercam os protagonistas a ponto de os levarem a tomar decisões críticas é sensacional.

 

 

As passagens temporais, time jumps, viagens entre cenas também estão muito boas, transições boas, edição está bem legal, nada mais justo, afinal é Marvel, trilha sonora está muito bem colocadas, o filme tem alguns erros, sim, porém são tão relevantes e a emoção que o filme carrega é tão grande que isso não tira NADA da experiência do filme. Existe um pouco do efeito Capitã Marvel, o qual são apresentadas cenas “devagares e arrastadas” mas são diálogos importantes que precisaram ter acontecido.

 

 

As cenas de luta são incríveis, todas elas, em algumas delas existe muita informação na tela, podem aparecer críticas daqueles que pausam o filme e o assistem quadro a quadro, que com certeza, vão aparecer, mas isso não diminui a hype ou a emoção do filme.

 

 

Enfim, tentando diminuir o máximo de impacto de possíveis spoilers, é um filme excelente, são 3 horas que não são percebidas, com alegrias, tristezas, momentos de tensão, humor na medida certa, ganhos e perdas, enfim, um fechamento que podemos dizer fechado com chave de ouro!!!

 

 

Todos nós passamos por perdas e ganhos na vida, nem sempre ganhamos, mas e se tivéssemos a chance de voltarmos no tempo e corrigirmos nossos erros, será que tomaríamos decisões diferentes? Será que daríamos valor nas mesmas coisas que demos? Será que valorizaríamos pessoas ou fatos? Família ou amigos interesseiros? Pessoas que nós amamos ou pessoas que nós queremos que gostem de nós... Esses são apenas alguns dos pensamentos que o filme pode lhe proporcionar.

 

 

Até onde você estaria disposto a ir para cumprir sua missão? Sua missão é uma missão de vida, como vemos nas Escrituras Sagradas do cristianismo com o Apóstolo Paulo? “Combati o bom combate, terminei a corrida, guardei a fé. Agora me está reservada a coroa da justiça, que o Senhor, justo Juiz, me dará naquele dia; e não somente a mim, mas também a todos os que amam a sua vinda.” 2 Timoteo 4:7-8

 

 

Corra para assistir e tirar suas conclusões, e fique atento que já já teremos nosso BdCast sobre o filme!!!

 





Ei! Você mesmo... Que tal conferir nosso novo vídeo em nosso Canal?


Tato

"Combati o bom Combate"

RECOMENDADO PARA VOCÊ!
PUBLICIDADE