BdQNews BdCast Vídeos Palavra Nérdica Reviews Anuncie
×
Indústria do entretenimento pode gerar mais de 120.000 demissões devido ao Coronavírus

Indústria do entretenimento pode gerar mais de 120.000 demissões devido ao Coronavírus

Filmes | Tato Campos - 19.03.2020 17:21
    

Segundo o The Hollywood Reporter, estimativas dizem que a indústria do entretenimento pode gerar algo em torno de 120.000 demissões devido à pandemia do Coronavírus pelo mundo.

 

Representantes da Associação Internacional de Cinematografia e da Associação de Editores de Filmes disseram que toda a indústria está tentando se adaptar à nova realidade, mas é uma situação assustadora.

 

Em entrevista, Matthew D. Loeb, presidente da AIC, disse que “sem público para consumir ingressos de cinema, shows, teatro, circo… Fica difícil manter funcionários e pagar salários adequados.

 

"O isolamento social é essencial, mas não podemos ignorar o fato que todos os setores da indústria do entretenimento estão sofrendo, ficou claro que a crise do COVID-19 exige uma ação decisiva do nosso governo federal para apoiar os funcionários do setor de entretenimento. Milhares de trabalhadores vão perder o emprego por causa de cancelamentos obrigatórios impostos pelo governo."

 

Através de um comunicado, Cathy Repola, diretora executiva da Associação de Editores, disse:

 

"Este é um momento devastador para todas as famílias que trabalham com entretenimento e dependem do público. Tivemos êxito em garantir duas semanas de pagamento padronizadas ao nossos funcionários. No entanto, estamos nos preparando para milhares de desempregos."

 

Os cinemas do Rio de Janeiro foram obrigados a fechar suas portas por 15 dias, devido à pandemia. A determinação de fechar os cinemas foi estabelecida pela Prefeitura do Rio de Janeiro e pelo Governo do Estado, que emitiu o decreto número 46.970/20, que suspende as atividades “em cinemas, lonas cultuais, teatros e museus”.

 

A medida foi feita para evitar a proliferação do vírus e garantir a segurança da população. Espera-se que contenção por apenas 15 dias seja o suficiente para a situação global se amenizar.

 

No estado de São Paulo, o governador João Dória fez restrições menores, seguindo a mesma premissa adotada pelo governador de Nova York. Sua determinação impera que eventos com mais de 500 pessoas sejam suspensos.

 

O cancelamento engloba tanto eventos governamentais, esportivos, artísticos, culturais, políticos, científicos, comerciais, bem como religiosos.

LEIA MAIS SOBRE:
Siga o BdQNews
nas Redes Sociais:
     

O Tato passou aqui e pediu para você assistir nosso último vídeo.

RECOMENDADO PARA VOCÊ!
PUBLICIDADE