Gal Gadot viverá mulher cristã que salvou mais de 2500 crianças judias dos nazistas
Gal Gadot viverá mulher cristã que salvou mais de 2500 crianças judias dos nazistas

Filmes15.10.2019 09:04      

Gal Gadot voltará às telonas, mas desta vez em um papel diferente, uma ativista polonesa que arriscou sua vida para salvar 2.500 crianças judias dos nazistas.


Gal Gadot anunciou que ela e o marido formaram uma nova empresa de produção chamada Pilot Wave, e estrelarão sua primeira produção como a Righteous Gentile Irena Sendler, que retirou milhares de crianças judias do gueto de Varsóvia.


Como produtores, queremos ajudar a trazer histórias que nos inspiraram. O Pilot Wave criará conteúdo que promova as perspectivas e experiências de pessoas únicas e produzirá histórias chocantes projetadas para incentivat a imaginação", disse Gal Gadot ao Deadline.


Irena Sendler é um thriller histórico que detalha o desafio de uma jovem mulher contra os nazistas. Em 1942, os nazistas haviam forçado quase meio milhão de judeus ao gueto de Varsóvia a aguardar deportação e morte.


Com uniforme de enfermeira, Sendler e uma colega chamada Irena Schultz entraram no gueto para fornecer ajuda e atenção médica às famílias judias. Depois de perceber que essas famílias seriam deportadas para campos de extermínio, Sendler embarcou em uma missão secreta para tirar crianças judias do campo.


Ela e sua equipe conseguiram contrabandear milhares de crianças do gueto usando caixões, malas, ambulâncias, sacos e até através do sistema de esgoto. As crianças foram permanentemente colocadas em famílias e conventos cristãos.


Finalmente, a Gestapo descobriu, invadiu sua casa e torturou Sendler. Quando recusou a dizer aos nazistas para onde as crianças foram, foi condenada à morte. Milagrosamente, os guardas nazistas de Sendler foram subornados no dia de sua execução e ela escapou.


O Estado de Israel a reconheceu como Justa Entre As Nações em 1965 e concedeu sua cidadania honorária em 1991. Sendler também recebeu a Cruz de Mérito Dourado e a Ordem da Águia Branca, a maior honra da Polônia, por seu papel para salvar os judeus.


Ela morreu em 2008 aos 98 anos.



Leia mais sobre:


Ei! Você mesmo... Que tal conferir nosso novo vídeo em nosso Canal?


Tato

"UAAAAAUUU"

Siga o BdQNews
nas Redes Sociais:
     


RECOMENDADO PARA VOCÊ!
PUBLICIDADE

PUBLICIDADE