29/07/2017

Vamos conversar sobre o Amor

| 11:46:26

Estou aqui para dizer que precisamos falar sobre o amor.
Sim, isso mesmo... Precisamos falar sobre o amor, mas antes, eu queria contar uma coisinha pra vocês. Eu tinha um talento, e eu o enterrei! Escrever era minha mais profunda raíz, entre livros, crônicas e amores, escrever era onde a minha mais forte característica se encontrava!
Ao longo dos anos, eu fui enterrando esse meu talento, as coisas foram ficando sombrias, e as letras, poemas, poesias, as orações, rimas, os versos foram se esvaziando, eles se perderam dentro de mim, eu nunca mais escrevi.  


Mas o que quero dizer com tudo isso? Bom, quando você se perde dentro de si, e deixa de ser a melhor versão de você mesmo, algo está errado, e é ai que entra o amor.


O amor entra pra consertar, não pra lhe desmoronar, o amor vem pra fazer você se encontrar, não pra fazer você se perder, o amor faz você se perdoar, jamais se odiar.  


O amor vem pra te dar suporte, e nunca pra te dar um passaporte para o país mais longe do mundo que é você.  Porque, sim, você é um mundo. Dentro de você existem luzes, cores e brilhos. Dentro de você existe dança, existem viagens, existem particularidades e singularidades, você é formado de coisas coloridas, que fazem de você o mundo que ninguém nunca vai ser.
Nós somos pessoas únicas, somos mundos diferentes, somos órbitas singulares, e nós sentimos, nós nos machucamos, nós choramos, e quebramos a cara. Somos feridos e por muitas vezes, acabamos sem forma e vazios. Quando você começa a se esvaziar, desperte e tire as escamas que te fazem cego, pois guerra não tem um pouco sequer de amor, e esvaziar-se pra mim, é sinômino de guerra.  
 
Esse texto não vai ser muito religioso, não vim aqui pra falar sobre isso, eu vim aqui pra falar de amor, e amor próprio é o único tipo de amor que se cultiva por dentro, os outros tipos de sentimentos florescem, mas nada floresce tão lindo de você como brotinhos de flores do amor próprio.  É algo que vale a pena plantar e ver germinar, é a coisa mais linda, é a gentileza mais sutil que você pode fazer por você mesmo. Até na bíblia podemos achar isso, "Ame a Deus acima de todas as coisas e seu próximo como a você mesmo". Como podemos amar os outros se não tivermos amor por nós mesmos?
 
Mas até germinar, você vai perceber que toda essa guerra dentro de você, pode fazer um sentido lá na frente, e eu sou o tipo de pessoa que pensa que todas as coisas cooperam para o nosso crescimento. Palavras grosseiras, expressões bizarras, me ensinaram por vezes mais do que muitas frases lindas. A dor ensina, por isso é importante a sentir. Então se está doendo, aconselho você a sentir.  
É chato, é uma dor que incomoda seus dias produtivos de trabalho, é desconfortável você querer alguém pra abraçar enquanto você chora, e isso vai tirar seu sono por algumas noites, mas tudo bem, todas as coisas cooperam para nosso crescimento. Enquanto está doendo, regue-se. Confia em mim e confie em si mesmo, você vai germinar, e no fim, pode até não ter se tornado um jardim, mas não despreze a linda mudinha de uma roseira que um dia você será.  
 
A dor produz saudade, e essa meu amigo, essa é a melhor parte. A saudade dos seus antigos amigos, saudades do seu antigo corte de cabelo, das suas roupas, saudades das suas crônicas e poesias, saudades de lugares, de gostos, de cheiros, saudades de celeiros, saudades de almondega ao ver o sol nascer, saudades de alvorecer, saudades de permanecer, de resplandecer, saudades de escrever, saudades de viver.  
Pois quando você sente saudade, quando você se sente, e esse é o sinal de que você agora, é mais você do um dia você já foi.  
Dai o amor vem, você se reencontra, e no fim foi tudo como uma longa viagem, a melhor viagem da sua vida. Agora você está florescendo, exalando todo o perfume que um dia foi regado com lágrimas.    


Pois o choro pode durar uma noite inteira, mas a alegria vem pela manhã!!!

 

Uma carta da nossa querida escritora Laís Mendes à todos nossos leitores!


TAGS: Laís, Sentimento, Amor



"um texto reflexivo e contextual."
Tato |


Cometários

Artigo - 06/11/2017 - 09:38:05

Monterey Jack e o Domínio Próprio | Defensores da Lei

Tato

Artigo - 31/10/2017 - 10:06:03

Especial Reforma Protestante

Tato

Artigo - 16/10/2017 - 14:39:46

Mestres Jedi e o dia dos professores

Tato

Artigo - 09/10/2017 - 12:11:48

C3PO e a Multilinguagem Espiritual

Tato

Artigo - 02/10/2017 - 11:12:30

Nós somos membros ou próteses

Tato

+Veja mais @ParabolasGeek

Eventos/Collab - 29/11/2017 - 13:20:15

A Estrela de Belém: Entrevista com Cristina Mel e Convidados


Sofá Nerd - 31/10/2017 - 11:53:28

Halloween ou Reforma Protestante?


Sofá Nerd - 09/10/2017 - 12:35:30

Rick and Morty é do CAPETA?


Eventos/Collab - 03/10/2017 - 07:45:23

Entrevistamos Felipe Folgosi


+Visualizar mais VÍDEOS

 

 
Sobre Conteúdo BdQNews Redes Sociais
Quem é nóis? BdCast  Filmes  Facebook
Fale Conosco Tube²  Séries  Twitter
Eventos / Ministrações Palavra Nérdica  Música  Instagram
Anuncie Os Parças  Livros/HQs  Youtube
  @ParabolasGeek  Internet  Twitter - Mike
Erro no Site?    Tecnologia   Twitter - Tato
   Games    Instagram - Mike
     Eventos  Instagram - Tato
     Entrevistas   
 


{ © 2015 - 2017 } Bando de Quadrados - O mundo nerd sem limites // versão: MARK II

Todas as imagens de filmes, séries e etc são marcas registradas dos seus respectivos proprietários.
Site desenvolvido por BdQ Corp.
Nenhum animal sofreu maltratos durante o desenvolvimento deste site, a não ser o animal do programador.