13 Reasons Why - Bando de Quadrados


13 Reasons Why


Artigo: 17/04/2017



Sim, eu já havia lido o livro, quando eu era uma Hanna, quando eu tinha uns 14 anos. Mas acredito que as imagens, as cores, visualizando as situações, as coisas são mais chocantes. Admirei, e como provavelmente vai sair uma segunda temporada, continuarei admirando os diretores da série, pois em momento algum os vi romantizando todas as situações contadas na série. As formas como eles mostram acontecimentos diárias, em diversas escolas, universidades e instituições por aí, sem tornar isso em algo escandalizador, foi simplesmente DEMAIS

Não sou de postar textão, mas fica aqui minha opinião. E também não sou de dar spoilers (sei que é péssimo), então vou tentar continuar assim.

Sobre a mensagem, os sentimentos que foram passados; eu entendi, e afinal, que jovem/adolescente/adulto/todos, que não conseguem entender, não é mesmo? 

Todos nós matamos alguém. Todos nós somos culpados. Sim Clay, eu concordo com você. Estamos juntos nessa. E talvez essa morte seja algo figurativo, até porque, a boca tem poder para vida, e para a morte, e quem nunca disse algo totalmente invasivo, e de péssimo mau gosto a respeito de uma outra pessoa? A questão é, hoje, o que você pode fazer para se tornar uma pessoa melhor? O que te custa, decidir amar alguém, pelo jeito como ela é? Qual o preço para aprendermos a ouvir, ou a ter empatia pelas pessoas ao nosso redor? Não custa nada, mas na verdade, isso te isso te custa tudo! E mesmo se isso te custe tudo, apenas torne-se uma pessoa melhor, e se te custa tanto, mude por você, e depois pelos outros. Uma coisa que venho aprendendo, e provavelmente vou levar minha vida toda para aprimorar meus aprendizados sobre, é que nunca, nunca é tarde para se tornar uma pessoa melhor. Nunca é tarde para um abraço, uma risada escandalosamente sincera, nunca é tarde para um café gelado e uma conversa doida, nunca é tarde para um elogio. Nunca é tarde para sermos aos outros aquilo que gostaríamos que fossem para nós.

Talvez essa seja a real mensagem que os diretores, e o autor quis transmitir. Se você ama alguém, fale com essa pessoa. Se você fez algo errado, confesse. Se você é tão inseguro consigo mesmo que precisa fazer os outros se sentirem mal, para que você se sinta bem, se olhe no espelho, e procure alguém que vai te amar, e vai te entender, e sem duvidas lhe ajudar!

E se você é uma Hanna, acredite ou não, pode ser bem bizarro, mas eu já fui uma Hanna também, todos nós somos Hanna! E ao me deparar no último episódio, eu me vi aos prantos, e agradecendo automaticamente em voz alta, à um homem que foi atrás de mim, me perseguiu, e me pegou no colo, e me amou. Um homem que me cativou a ser a melhor versão de mim mesma. Um cara que me curou, ele me libertou, me devolveu sonhos, e sorrisos. Me deu experiências e oportunidades cheias de cores e vida. E se você, está se sentindo assim, pois eu me lembro como se fosse hoje, como é me sentir uma Hanna, eu posso te falar mais sobre esse homem, afinal, se ir embora ou não é uma decisão sua, e ninguém pode te impedir disso, eu te digo que não. Existe uma pessoa que pode te salvar disso sim.

Mas em hipótese alguma, se esqueça, Seja forte e corajoso! Não se apavore, nem se desanime, Deus está com você, por onde quer que você vá!




Leia também: 13 Reasons Why 13 razões do porque Netflix



Laís
"Uma analise sobre a nova série da NetFlix"






VOCÊ VAI CURTIR ISSO DAQUI:

Artigo // 20/04/2016 - 14:57
WARRIOR
Artigo // 09/09/2016 - 23:13
Crente Harley Quinn??
Artigo // 06/11/2017 - 09:38
Monterey Jack e o Domínio Próprio | Defensores da Lei
Esse é das antigas... hehe





COMENTÁRIOS

Artigos de Laís
Cleo Pires interpretará irmãs gêmeas em filme de terror Brasileiro
Artigo // 14/09/2017 - 10:22
Resiliência no Jardim
Artigo // 04/08/2017 - 09:30
Especial Harry Potter: A amizade real
Artigo // 26/06/2017 - 22:13
13 Reasons Why
Artigo // 17/04/2017 - 20:42






Últimas Noticias